Notícias

SPMS disponibiliza ferramenta de avaliação do risco nutricional em utentes internados

7 Agosto, 2019

A SPMS disponibilizou, através do SClínico Hospitalar, a ferramenta digital de avaliação de risco nutricional, na passada semana, a nível nacional.

A identificação do risco nutricional teve início em abril com duas experiências-piloto, na Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM) e no Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central (CHULC), cumprindo-se agora o alargamento anunciado à data.

Na ULSAM, foram avaliados 461 utentes e no CHULC, só nos primeiros 15 dias do projeto-piloto, foram avaliados 154 utentes. Após esta fase, cerca de 40% a 54% dos utentes tiveram acesso a intervenção nutricional e foram monitorizados, no mínimo, de sete em sete dias.

Este piloto vem confirmar as estimativas já conhecidas, que apontam para uma prevalência de 20% a 50% de utentes internados em risco nutricional. Os dados reforçam a importância desta medida do Ministério da Saúde para identificar e intervir o mais precocemente possível, de forma a promover o suporte nutricional adequado à recuperação.

Com potencial para envolver cerca de 800 mil utentes por ano, esta medida constitui um passo essencial na implementação de uma estratégia de combate à desnutrição hospitalar, promovendo a recuperação dos utentes e o aumento da qualidade de vida, tal como determina o despacho nº 6634/2018.

Para apoiar a concretização da avaliação sistemática do risco nutricional existem dois documentos: o Manual de utilizador relativo a esta funcionalidade, disponibilizado pela SPMS e dirigido aos profissionais de saúde, que descreve as novas funcionalidades e o Manual técnico de apoio à implementação desta avaliação, desenvolvido pela Direção-Geral da Saúde. Ambos foram partilhados com as unidades hospitalares.

Este desenvolvimento tem sido trabalhado pelo Ministério da Saúde, através da Secretaria de Estado da Saúde, em articulação com a Direção-Geral da Saúde (do Programa Nacional para Alimentação Saudável) e a SPMS, bem como com a Ordem dos Nutricionistas.

Através desta intervenção, são esperados ganhos em termos de qualidade de vida e na recuperação do estado de saúde, podendo ainda contribuir-se para reduzir úlceras de pressão e reduzir custos, uma vez que a desnutrição está associada a internamentos mais longos, afetando sobretudo cidadãos mais idosos.

A SPMS contribui, assim, de forma instrumental para a implementação desta medida, estando ainda a trabalhar no cálculo e disponibilização dos indicadores de acompanhamento desta iniciativa.

médico com um portátil

SClínico Hospitalar nos Serviços de Urgência da ULS da Guarda

19 Novembro, 2020

A implementação do módulo de urgência do SClínico Hospitalar na Unidade Local de Saúde da Guarda (Hospital Sousa Martins - Guarda, Hospital Nossa Senhora da Assunção – Seia e SUB de Vila Nova de Foz Côa) arrancou no dia 17 de novembro.

Um ano de implementação do SONHOv2/SClínico no IPOC

24 Setembro, 2020

Assinala-se, hoje, um ano de implementação do SONHOv2/SClínico no Instituto Português de Oncologia de Coimbra (IPOC). O SONHO/SClínico permitiu a consolidação da informação clínica e administrativa numa estrutura segura e organizada, com acesso imediato dentro e fora do IPO de Coimbra.

Voltar
co-financiamento
amet, nunc risus. et, luctus tristique mattis Praesent vulputate, consectetur
Voltar para o topo.