Notícias

Receita Sem Papel vence Prémio Inovação NOS

19 Abril, 2017

A SPMS, EPE venceu o Prémio Inovação NOS 2016 na categoria Grandes Empresas, com o projeto Receita Sem Papel.

O galardão foi recebido ontem, no Convento do Beato em Lisboa, pelo presidente do Conselho de Administração da SPMS, Henrique Martins, o vogal executivo, Artur Trindade Mimoso e pelo coordenador do projeto, António Alexandre.

Divididos pelas categorias de Grandes Empresas, Pequenas e Médias Empresas (PME) e Startups, os mais de 30 finalistas conheceram os nomes dos vencedores da 2ª edição dos Prémios Inovação NOS na noite de 19 de abril, divulgados pela diretora do Dinheiro Vivo, Rosália Amorim, e Arsénio Reis, diretor da TSF. Concorrendo com grandes empresas como a Caixa Geral de Depósitos, Glintt, Bel Portugal, Easy Hospital, Totalstor, Norauto, Siemens, José de Mello Saúde, Sorgal e Noesis, a SPMS foi distinguida com o projeto Receita Sem Papel, reconhecido como a solução mais inovadora de 2016.

Com o objetivo de premiar novas áreas de negócio e projetos de inovação em empresas e instituições públicas, os Prémios Inovação NOS distinguiram, também com o primeiro prémio, a Go Contact, na categoria de PME, e na categoria Startups o prémio foi entregue à Tripaya.

A receita eletrónica veio substituir gradualmente a receita em papel, em 2015, afirmando-se em 2016, primeiro nas unidades de saúde do setor público e, posteriormente, no setor privado. Em 2017, já funciona em pleno nas Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores. Com a Receita Sem Papel, o cidadão recebe a prescrição por email ou SMS, pode levantar os medicamentos em qualquer farmácia do país e consultar o seu guia de tratamento no tablet ou telemóvel, através da Área do Cidadão do Portal SNS. Basta registar-se em www.sns.gov.pt/cidadao.

Para alcançar o sucesso, o projeto contou com o envolvimento e o trabalho coordenado de várias equipas da SPMS, desde a conceção e planeamento, ao desenvolvimento, aos aspetos legais, com a publicação de portarias, ao processo financeiro e de compras e à divulgação que informou e comunicou a mudança e as vantagens da receita eletrónica aos profissionais de saúde, às instituições e aos cidadãos portugueses. O trabalho interdisciplinar com outras instituições, nomeadamente a Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) e a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed) também foi fundamental.

O projeto continua a ganhar dimensão e, em 2018, vai avançar para outros mercados, iniciando-se a internacionalização da Receita Sem Papel. A SPMS continua a impulsionar a transformação digital na Saúde e as soluções tecnologicamente inovadoras, para facilitar e melhorar a vida dos utentes e o desempenho dos profissionais, reduzindo recursos e poupando o ambiente.

A desmaterialização de procedimentos e processos como os Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (MCDTs) integram o Registo de Saúde Eletrónico (RSE), uma aposta forte do Ministério da Saúde.

premio nos

Receita Sem Papel – Caso de sucesso

21 Dezembro, 2018

A “Receita Sem Papel” é um dos casos de sucesso no panorama nacional. Distinguida com o Prémio Inovação NOS, foi considerada a solução mais inovadora em 2016. Veio substituir gradualmente a receita em papel, afirmando-se primeiro nas unidades de saúde do setor público e, posteriormente, no setor privado.

receita-sem-papel-95Noticia

SPMS promove “SNS Sem Papel” no CHPL

26 Setembro, 2018

No âmbito da expansão da iniciativa “SNS Sem Papel”, a SPMS, EPE, enquanto entidade responsável pela transformação digital na Saúde, promoveu, dia 25 de setembro, uma sessão para profissionais de saúde no Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa (CHPL).

Banner_generico_spms_opcaoB

Receita Sem Papel – Simulacro no Porto

10 Julho, 2018

No âmbito da Receita Sem Papel, a SPMS, EPE, em parceria com a AFP – Associação de Farmácias Portuguesas, ativou hoje, 10 de julho, um simulacro na área do Porto, que decorreu no período da manhã, com sucesso, envolvendo oito farmácias.

Voltar
co-financiamento
libero. quis consequat. amet, lectus eget nec efficitur. dolor. vulputate,
Voltar para o topo.