Notícias

Projeto “Exames Sem Papel” continua a avançar no setor convencionado

7 Março, 2018

O projeto “Exames Sem Papel” constitui uma importante iniciativa do Ministério da Saúde e visa, através da utilização de múltiplas plataformas de serviços centrais, desmaterializar os processos de requisição, efetivação e faturação de Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (MCDT), bem como assegurar que toda a informação relativa à prestação dos mesmos acompanha o utente em suporte digital.

O projeto continua a avançar e a disponibilização de resultados dos MCDT já é possível ao nível de entidades convencionadas. Os exames médicos são requeridos pelo médico, no âmbito dos Cuidados de Saúde Primários das unidades do Serviço Nacional de Saúde.

Sob a responsabilidade da SPMS, EPE., “Exames Sem Papel” estão disponíveis em várias entidades do setor convencionado, são elas:

  • Lab. Joaquim Chaves Miraflores
  • Lab. Joaquim Chaves Algarve
  • LUMILABO, LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS, S.A.
  • Maria Celeste Formosinho Fernandes, Lda.
  • M. LEONILDE GODINHO SILVA, LDA.

Estas entidades disponibilizam resultados digitalmente, sem suporte papel, facilitando, assim, o acesso aos resultados de exames, que o utente poderá consultar na sua Área do Cidadão do Portal SNS e o médico no Registo de Saúde Eletrónico – Portal do Profissional. São casos de boas práticas na disponibilização de resultados de MCDT e exemplos que, em colaboração com a SPMS, EPE, poderão ser seguidos por mais entidades do setor convencionado.

Quando os resultados são disponibilizados na Área do Cidadão, o utente recebe um e-mail de alerta, no entanto, tal ação só é possível se o utente estiver devidamente registado na Área do Cidadão.Até dia 02 de março, foram consultados 1 085 resultados de MCDT, através da Área do Cidadão do Portal do SNS.

Integrando o processo de transformação digital na Saúde, “Exames Sem Papel” têm como principal finalidade potencializar a aproximação do médico ao cidadão, a redução de desperdício na prestação de MCDT, a desburocratização e uma maior segurança para todos os intervenientes.

exames-sem-papel_arranqu_23jan2017

Um ano de “Exames Sem Papel”

19 Julho, 2019

“Um projeto de desmaterialização não é informático, é um projeto de alteração de processos”, realçou Henrique Martins, Presidente do Conselho de Administração da SPMS, no dia do primeiro exame sem papel com assinatura digital. Um ano depois do arranque, o que mudou?

1 ano de exames sem papel
Voltar
co-financiamento
quis, Sed sed Aliquam risus ipsum ut id suscipit felis consectetur id
Voltar para o topo.