Notícias

SINAVElab – Notificação obrigatória para laboratórios

10 Janeiro, 2017

Desde 1 de janeiro que passou a ser obrigatória a notificação laboratorial dos casos de doenças transmissíveis de declaração obrigatória através do SINAVElab, a versão para laboratórios do Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica (SINAVE).

Os laboratórios do setor público e privado passam a integrar a rede de vigilância em saúde pública, destinada a identificar, precocemente, casos e surtos de doenças transmissíveis e suscetíveis de constituir uma emergência em saúde pública.

Neste âmbito, através do Despacho n.º 15385-A/2016 de 21 dezembro, a infeção pelos vírus Zika e Ébola, bem como todos os casos de resistência aos antimicrobianos passaram a ser doenças de notificação obrigatória, também desde 1 de janeiro de 2017.

Lançado em junho de 2014,o SINAVE tornou-se obrigatório a 1 de janeiro de 2015, na sua vertente clínica. A desmaterialização da notificação passou a ser total para todos os médicos, quer do setor público, quer do privado.

Com a entrada em vigor desta nova vertente do SINAVE, a saúde pública adquire ganhos significativos de eficiência e de qualidade da informação, garantindo, sempre, a proteção dos dados pessoais dos doentes.

Reforça-se, assim, o papel pioneiro deste sistema, ao nível internacional, na monitorização contínua das ocorrências das doenças transmissíveis de declaração obrigatória.

Temas

Banner_SPMS_SINAVELAB

Notificações de doenças 100% eletrónicas

5 Março, 2015

SINAVE – Sistema nacional de vigilância epidemiológica de doenças de declaração obrigatória, tornou-se obrigatório, a partir de 1 de Janeiro de 2015. A desmaterialização da notificação passou a ser total para todos os médicos, quer do público, quer do privado. Foi lançado em 2014 pela DGS, com o apoio da SPMS, EPE.

SINAVE

SINAVE no simulacro do caso ébola

3 Novembro, 2014

O SINAVE (Sistema Nacional de Apoio à Vigilância) acompanhou, no último fim-de-semana, a simulação do caso ébola. Os hospitais de referência para esta doença, Hospital Curry Cabral e Hospital São João, conseguiram ter acesso à notificação no SINAVE através do programa SClínico. O SINAVE está disponível, em todo o país (exceção do arquipélago da Madeira), desde 1 de junho. Até à data já foram efetuadas 2914 notificações e 2365 destas já foram tratadas pelas autoridades de saúde respetivas.

SINAVE
Voltar
co-financiamento
at efficitur. Praesent eleifend Donec consectetur suscipit
Voltar para o topo.