Notícias

SPMS torna renovação da medicação para doenças crónicas mais ágil

25 Outubro, 2023

A partir desta quarta-feira, dia 25 de outubro, já é possível a renovação de medicação para doenças crónicas nas farmácias.

Este é um novo serviço que permite aos utentes com doenças crónicas ou que necessitem de tratamentos de longa duração, após avaliação médica, deixarem de precisar de renovar as receitas no centro de saúde, durante um ano. Não há limite do número de embalagens a prescrever para medicamentos e, através deste serviço, basta o doente dirigir-se à farmácia comunitária para levantar a sua medicação.

Liderado pela Direção Executiva do Serviço Nacional de Saúde (DE-SNS), o projeto contou com a cooperação da SPMS e de mais entidades, que trabalharam durante vários meses para melhorar o processo de renovação da medicação habitual.

SPMS cooperou no desenvolvimento tecnológico

A presidente da SPMS, Sandra Cavaca, esteve no arranque do novo serviço, que contou com as presenças do ministro da Saúde, Manuel Pizarro, do diretor executivo do SNS, Fernando Araújo, da presidente da Associação Nacional de Farmácias, Ema Paulino, e o bastonário da Ordem dos Enfermeiros, Hélder Mota Filipe, entre outros responsáveis de organismos de Saúde, na visita à Unidade de Saúde Familiar Alto dos Moinhos, em Lisboa, e a uma farmácia. Foi assim possível acompanhar todo o circuito necessário à renovação da medicação para doenças crónicas nas farmácias, sem receitas médicas, durante um ano.

A SPMS foi responsável pelo desenvolvimento tecnológico desta medida, que permite ao médico prescritor consultar o histórico de prescrições e dispensa do utente e, por outro lado, disponibiliza novas ferramentas ao farmacêutico, que terá acesso ao histórico de prescrições e dispensa do utente, possibilitando, assim, uma melhor gestão da terapêutica. A partir de agora, o farmacêutico também pode enviar notas ao médico sobre dúvidas ou questões relativas à terapêutica aplicada ao utente, o que contribui para elevar a segurança e a qualidade de todo o processo.

Fernando Araújo agradeceu às entidades que colaboraram no projeto, sublinhando que “melhora realmente a questão do acesso, reduz, por vezes, até os problemas de adesão por falta de receitas”. Já o ministro da Saúde realçou os benefícios da medida, salientando que “vai aliviar a pressão sobre o sistema de saúde”.

Ainda durante a tarde, Sandra Cavaca participou no webinar promovido pela SPMS e dirigido aos farmacêuticos, com o objetivo de esclarecer todas as funcionalidades e mudanças nos sistemas.

A SPMS foi também responsável pela campanha de comunicação lançada hoje em várias plataformas digitais a divulgar esta nova funcionalidade.

Saiba mais sobre a medida em: https://www.sns.gov.pt/medicacao-doenca-cronica/.

6.500 receitas por dia emitidas através da PEM Móvel

20 Fevereiro, 2024

A PEM Móvel celebra hoje cinco anos de atividade e quase 7 milhões de prescrições médicas. Diariamente, são emitidas, em média, mais de 6.500 receitas através desta aplicação desenvolvida pela SPMS. O número de prescrições realizadas por telemóvel tem vindo a aumentar de ano para ano e, em 2023, foram prescritas mais de 2,4 milhões […]

Comitivas da Roménia visitam SPMS

14 Fevereiro, 2024

Nuno Costa, vogal executivo da SPMS, recebeu uma comitiva da Roménia, da área da Saúde, no dia 7 de fevereiro, com o objetivo de conhecer a estrutura e o modelo organizativo da SPMS. A visita, que decorreu na sede, em Lisboa, contou com Dragoș Garofil, antigo secretário de Estado da Saúde da Roménia. Esta foi […]

Voltar
Voltar para o topo.