Notícias

SNS 24 Balcão – Inauguradas as primeiras unidades na região Centro

14 Maio, 2021

As primeiras unidades do SNS 24 Balcão na região Centro foram inauguradas ontem, dia 13 de maio, numa sessão realizada na Casa Municipal da Cultura em Coimbra e contou com a intervenção do Secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes.

A abertura dos novos 10 balcões resulta de uma rede de parcerias entre a SPMS, a Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC), municípios, juntas de freguesia e os Agrupamentos de Centros de Saúde. Os protocolos foram assinados pelo Presidente do Conselho de Administração da SPMS, Luís Goes Pinheiro, pela Presidente da ARSC, Rosa Reis Marques, pelos responsáveis dos ACES da área de influência de cada balcão e pelos autarcas dos municípios e freguesias onde ficaram instalados os balcões SNS 24.

Os novos balões entram em funcionamento em: Cantanhede – União de Freguesias (UF) de Vilamar e Corticeiro de Cima, na Covilhã – UF de Cantar Galo e Vila do Carvalho, no Fundão – UF do Fundão, na Lousã – no Espaço Cidadão da vila, em Oliveira do Hospital – Junta de Freguesia (JF) de Penalva de Alva, na Pampilhosa da Serra – Junta de Dornelas do Zêzere, em Soure – UF de Degracias e Pombalinho, em Tondela – UF de São João do Monte e Mosteirinho, em Vagos – UF de Fonte de Angeão e Covão do Lobo, e em Albergaria-a-Velha – JF de Ribeira de Fráguas. Este último balcão foi visitado, após a cerimónia de assinatura de protocolos, pelos responsáveis da Saúde.

Para o Secretário de Estado da Saúde, os balcões SNS 24 “são soluções engenhosas que não exigem investimento significativo em termos infraestruturais, mas permitem que as pessoas possam estar mais próximas e evitem deslocações que são inúteis per si – apenas para marcar uma consulta ou exame ou para renovar uma prescrição – e que criam mais pressão nos espaços dos centros de saúde e das unidades de saúde familiares”. O governante adiantou ainda que “esta solução não é uma substituição das extensões de saúde que encerraram. Não é uma solução de recurso. É uma boa solução para estes territórios.”

No país já existem 43 balcões na região Norte, a que se juntam estes 10 no Centro. Os balcões SNS 24 prestam apoio a quem tem pouca literacia digital, não tem acesso a equipamentos tecnológicos ou à internet, ou não tem condições ou as competências necessárias para aceder remotamente aos serviços digitais do SNS.

Com colaboradores habilitados, o apoio assistido ao cidadão é feito de forma eficiente, segura e mais próxima, através de dois acessos: o acesso facilitado que permite marcar consultas, renovar receitas, consultar exames, entre outros serviços, e o acesso mediado que possibilita, por exemplo, realizar uma teleconsulta através da plataforma RSE Live, disponibilizada pela SPMS.

inauguração balcoes sns24regiao centro

Balcão SNS 24 | Mais de 100 unidades em funcionamento

7 Setembro, 2021

Na última semana, resultado da parceria entre a SPMS, a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS Norte), os municípios de Póvoa de Varzim e de Vila do Conde e o Agrupamento dos Centros de Saúde de Póvoa de Varzim / Vila do Conde, entraram em funcionamento 44 novas unidades SNS 24.

Projeto da SPMS é finalista dos Prémios HINTT 2021

20 Agosto, 2021

A SPMS é uma das 10 finalistas dos Prémios HINTT 2021 com o projeto Agendamento Online para a vacinação contra a COVID-19, na categoria Patient Safety. Esta iniciativa promove a partilha de conhecimento sobre o futuro do estado de saúde, com foco na tecnologia e no cidadão. Na edição de 2020, a SPMS foi distinguida […]

SPMS apoia ULSAM no arranque das teleconsultas em lares

10 Agosto, 2021

Com o apoio da SPMS, a Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM) arrancaram as primeiras teleconsultas de psiquiatria, no início de agosto, em lares. Os lares de Barbeita e Merufe, em Monção, foram os primeiros a realizar teleconsultas em tempo real, garantindo segurança, proteção e confidencialidade dos dados, através da plataforma de telessaúde […]

Voltar
co-financiamento
nunc elit. justo venenatis, felis libero Sed non
Voltar para o topo.