Notícias

Sessões de esclarecimento sobre SONHO-Faturação

26 Fevereiro, 2020

Nas últimas semanas, a SPMS promoveu, para diversas entidades hospitalares, um conjunto de sessões de esclarecimento no âmbito da Faturação Hospitalar e, em particular, sobre o módulo de faturação do SONHO.

As sessões decorreram no dia 21 de janeiro, em Lisboa, e nos dias 28 de janeiro e 14 de fevereiro, na Maia, contando com o apoio dos profissionais das áreas financeira e informática das instituições e respetivo acompanhamento da equipa de Faturação Hospitalar da SPMS.

Estas sessões, em formato de workshop, permitiram a identificação dos maiores constrangimentos e obstáculos sentidos pelas equipas de faturação dos hospitais, sendo crucial para definir e registar as necessidades e, ao mesmo tempo, discutir soluções e ações que agilizem os fluxos de informação e devolvam mais autonomia às instituições hospitalares. Foi fundamental para a troca de informação e absorção de conhecimento, através da vasta experiência das equipas hospitalares responsáveis.

Durante os próximos meses irão decorrer formações aos hospitais, com o objetivo de fornecer algumas ferramentas necessárias a quem, pela primeira vez, utiliza este sistema, bem como partilhar informação essencial com os utilizadores mais experientes, complementando o conhecimento de todos.

A SPMS, em colaboração com os hospitais, impulsiona a partilha de recursos, a interação e o envolvimento de diferentes entidades do Serviço Nacional de Saúde, cumprindo as orientações da tutela, bem como a prossecução de sinergias entre instituições hospitalares.

Um ano de implementação do SONHOv2/SClínico no IPOC

24 Setembro, 2020

Assinala-se, hoje, um ano de implementação do SONHOv2/SClínico no Instituto Português de Oncologia de Coimbra (IPOC). O SONHO/SClínico permitiu a consolidação da informação clínica e administrativa numa estrutura segura e organizada, com acesso imediato dentro e fora do IPO de Coimbra.

Norma Técnica – Disponibilização de Informação das Camas de Cuidados Intensivos e Intermédios

26 Fevereiro, 2020

A gestão de camas é uma questão inerente à eficiência hospitalar. Os hospitais, além da sua função principal de tratar doentes, têm que assegurar o acolhimento, com especial atenção para um contexto de cuidados intensivos. A cama hospitalar é reconhecida como um fator produtivo para um resultado positivo, fazendo assim parte da função-custo, a qual se pretende otimizar para providenciar cuidados de saúde eficientes.

cama
Voltar
co-financiamento
Voltar para o topo.