Notícias

Norma Técnica – Disponibilização de Informação das Camas de Cuidados Intensivos e Intermédios

26 Fevereiro, 2020

A gestão de camas é uma questão inerente à eficiência hospitalar. Os hospitais, além da sua função principal de tratar doentes, têm que assegurar o acolhimento, com especial atenção para um contexto de cuidados intensivos. A cama hospitalar é reconhecida como um fator produtivo para um resultado positivo, fazendo assim parte da função-custo, a qual se pretende otimizar para providenciar cuidados de saúde eficientes.

Com a crescente preocupação da centralidade no utente no atual Serviço Nacional de Saúde, surge, conforme referido no Despacho n.º 8589/2018, a necessidade emergente de o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) ter acesso à informação das Camas de Cuidados Intensivos, de forma a fazer um correto encaminhamento das situações urgentes.

Para tal, foi criado, no contexto do BI Hospitalar, e desenvolvido pelas equipas da SPMS, uma ferramenta que recebe a informação do estado de ocupação das camas, com atualização, quase em tempo real. A integração da informação desta ferramenta é garantida, por defeito, aos hospitais que utilizam o sistema SONHO/SClínico Hospitalar, sendo que os demais hospitais que utilizam sistemas clínico-administrativos alternativos devem garantir esta mesma integração à SPMS, havendo, da parte de cada uma destas instituições, a responsabilidade de desenvolver um processo de recolha da informação para posterior comunicação à SPMS.

A parametrização do sistema informático, isto é, a identificação da tipologia das camas, por unidade de cuidados intensivos e intermédios, é da responsabilidade das instituições hospitalares, segundo as orientações da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS). Desta forma, garante-se uma normalização de classificação e léxico das unidades de cuidados intensivos e intermédios

Esta norma, do ponto de vista funcional e técnico, especifica como deverá ser disponibilizada a informação das camas de cuidados intensivos e intermédios, definindo, em termos de interoperabilidade, como serão os processos da partilha destes dados entre todos os produtos.

Consulte a Norma Técnica para a disponibilização da informação das camas de cuidados intensivos e intermédios.

cama

SONHO V2 implementado com sucesso no CHTMAD

13 Julho, 2021

No dia 10 de julho realizou-se a implementação da Suite Hospitalar (SONHO v2 – SClínico – Plataforma Interoperabilidade (Light)), no Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD). Tratou-se de uma operação tecnológica complexa, mas fundamental para a uniformização de processos e integração da informação clínica, visando a melhoria da qualidade dos cuidados prestados aos […]

Um ano de implementação do SONHO v2/SClínico no CHUC

24 Novembro, 2020

No dia 23 de novembro assinalou-se um ano de uma das maiores transformações digitais num centro hospitalar do Serviço Nacional de Saúde. O Centro Hospitalar Universitário de Coimbra (CHUC), no seu Pólo dos Hospitais Universitários de Coimbra, passou a utilizar o SONHO v2/SClínico, sistemas de informação que sustentam a atividade assistencial do ponto de vista administrativo e clínico e suportam o processo clínico eletrónico.

banner_chuc

SClínico Hospitalar nos Serviços de Urgência da ULS da Guarda

19 Novembro, 2020

A implementação do módulo de urgência do SClínico Hospitalar na Unidade Local de Saúde da Guarda (Hospital Sousa Martins - Guarda, Hospital Nossa Senhora da Assunção – Seia e SUB de Vila Nova de Foz Côa) arrancou no dia 17 de novembro.

Voltar
co-financiamento
lectus Lorem dapibus ipsum mattis commodo Praesent tempus id
Voltar para o topo.