Notícias

Intervenção e manutenção da Infraestrutura de Serviços Centrais do Ministério da Saúde

30 Novembro, 2019

A SPMS, EPE irá proceder a uma intervenção técnica de elevada complexidade na infraestrutura EXADATA, que suporta os vários sistemas e serviços digitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS), neste fim de semana de 30 de novembro e 1 de dezembro de 2019. O objetivo é melhorar a performance, ampliando a acessibilidade e beneficiando todo o sistema informático.

A preparação desta intervenção decorre há várias semanas, envolvendo as diversas instituições do Serviço Nacional de Saúde, Associações Nacionais e Ordens Profissionais em todo o processo, de forma a mitigar possíveis constrangimentos através da ativação das medidas de contingência necessárias.

Realizada por uma equipa de técnicos especialistas internacionais e nacionais, esta intervenção complexa implica a ativação do plano de contingência no período inicialmente compreendido entre as 14h00m deste sábado, dia 30 de novembro, e as 08h00 de domingo, dia 1 de dezembro, que será adiado para as 16h00 deste sábado.

A escolha do horário em que decorre a intervenção foi a pensar na redução do eventual impacto na vida dos cidadãos, e de acordo com os vários fusos horários dos técnicos especialistas internacionais envolvidos, remotamente, nesta intervenção.

O plano de contingência consiste em garantir que quando falha a Dispensa e o utente se dirige à farmácia com a guia de tratamento que tem um QR CODE que permite a dispensa manual e com o SMS para poder aviar a receita, o farmacêutico liga e envia um e-mail para a SPMS, com os dados do utente e da receita, e a SPMS tem um mecanismo que permite o acesso ao guia de tratamento para que a farmácia possa aceder e fornecer os medicamentos aos utentes.

Durante este fim de semana, o Service Desk da SPMS tem mais técnicos especializados, aumentando, assim, a capacidade de resposta.

Assim, sublinha-se que, no período desta intervenção técnica, nenhum cidadão irá ficar sem acesso a cuidados de saúde e de dispensa de medicamentos.

A curto prazo, esta intervenção trará melhorias significativas de desempenho, segurança e resiliência e, por outro lado, pretende garantir sustentabilidade técnica ao SNS, cada vez mais dotado de robustez e segurança nos sistemas de informação do Ministério da Saúde.

Em termos de investimento, a atualização do hardware representa cerca de 400 000.00 € em equipamento especializado, traduzindo-se numa melhoria de quatro vezes superior à solução atual, ao nível de capacidade e de performance. Além disso, alavancará projetos de melhoria, transversais às bases de dados críticas do SNS, possibilitando a sua posterior evolução, ao nível tecnológico e de performance, especialmente relevante para os Cuidados de Saúde Primários, tendo em conta os desafios e o contexto tecnológico deste setor.

Com grande capacidade de armazenamento de dados, e assegurando um excelente desempenho de processamento ao nível das várias aplicações, quer de transações em simultâneo, quer de distribuição de cargas, esta infraestrutura contribui para um sistema altamente disponível e de elevada confiabilidade, assumindo um papel central e determinante nas tecnologias de informação e comunicação do SNS, nomeadamente para muitos sistemas e serviços utilizados na atividade local das entidades prestadoras de cuidados de saúde.

Atualmente, nesta infraestrutura são registadas cerca de 6.000.000 de receitas de medicamentos por mês, o que se traduz em 33.000.000 de embalagens dispensadas pelos utentes do SNS e, ainda no âmbito da centralidade do cidadão, assegura a emissão mensal de 250.000 Certificados de Incapacidade Temporária. Permite, também, que sejam guardados e atualizados, diariamente, dados de 10 milhões de utentes do SNS, garantindo uma acessibilidade cada vez maior a diversas funcionalidades e aplicações, como a Área do Cidadão e a MySNSCarteira.

Será ainda feito um conjunto de ações de verificação e controlo no dia 1 de dezembro, mas, neste período, os sistemas já estarão, totalmente, operacionais.

Com este investimento, pretende-se dotar todo o ecossistema da saúde dos recursos técnicos necessários a uma melhor preservação dos meios tecnológicos ao serviço do cidadão, reforçando os mecanismos de proteção e cibersegurança nos sistemas, particularmente a proteção dos dados de saúde e o funcionamento do SNS e Ministério da Saúde.

Afirma-se, assim, a continuidade à melhoria de infraestruturas e equipamentos do SNS, assegurando um melhor acesso dos profissionais e utentes a cuidados de saúde de qualidade, bem como a obtenção de ganhos em saúde.

Esta intervenção implicará indisponibilidade total no período previsto, dos seguintes sistemas centrais:

  • PEM – Prescrição Eletrónica Médica
  • DEM – Dispensa Eletrónica Médica
  • ESP – Exames Sem Papel
  • CRD – Cuidados Respiratórios Domiciliários
  • RNU – Registo Nacional de Utentes
  • SICO – Sistemas de Informação dos Certificados de Óbito
  • RENTEV – Registo Nacional de Testamento Vital
  • CCC – Certificados para a Carta de Condução
  • SISO – Sistema de Informação para a Saúde Oral
  • RSE – Registo de Saúde Eletrónico
  • PEM – Pequenos Prescritores Privados
  • BAS – Benefícios Adicionais de Saúde
  • RNP – Registo Nacional de Profissionais de Saúde
  • CIT – Certificados de Incapacidade Temporária
  • SIARS 

Caso se justifique, serão feitas notificações com informação adicional sobre alternativas a adotar, durante o período de intervenção técnica. Contactos disponíveis através do Portal Self-Service da SPMS, em https://suporte-tic.min-saude.pt/ ou através do email servicedesk@spms.min-saude.pt.

servidor

SPMS organiza Innovation Day 2021

16 Setembro, 2021

O projeto X-eHealth – Exchanging Electronic Health Records in a common framework, uma ação de colaboração entre os Estados-Membros da União Europeia e organizações não governamentais, vai realizar o evento Innovation Day [Dia de Inovação]”, no próximo dia 07 de outubro, por videoconferência, entre as 09h e as 15h. Este evento representa o final do […]

innovation day banner notícia

SNS 24 bate recorde de chamadas atendidas

9 Setembro, 2021

O SNS 24 atendeu, em 2021, mais de 4,04 milhões de chamadas telefónicas (4.040.702), até dia 7 de setembro. Este ano é, assim, recordista em número de telefonemas atendidos, superando 2020, até esta data o ano com mais chamadas atendidas – 4,02 milhões. Só em julho de 2021, o terceiro mês com mais chamadas atendidas […]

Balcão SNS 24 | Mais de 100 unidades em funcionamento

7 Setembro, 2021

Na última semana, resultado da parceria entre a SPMS, a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS Norte), os municípios de Póvoa de Varzim e de Vila do Conde e o Agrupamento dos Centros de Saúde de Póvoa de Varzim / Vila do Conde, entraram em funcionamento 44 novas unidades SNS 24.

Voltar
co-financiamento
velit, facilisis mattis luctus libero amet, quis, sit sem,
Voltar para o topo.