Notícias

Carta para a Participação Pública em Saúde

10 Setembro, 2019

A SPMS, EPE divulga a Carta para a Participação Pública em Saúde, publicada em Diário da República ontem, dia 09 de setembro. A Carta pretende fomentar a participação por parte das pessoas, com ou sem doença e seus representantes, nas decisões que afetam a saúde da população e incentivar a tomada de decisão em saúde assente numa ampla participação pública.

Desta forma, a Carta contribui para:

. Promover e defender os direitos das pessoas com ou sem doença, em especial no que respeita à proteção da saúde, da informação e da participação;

. Informar as entidades públicas sobre as prioridades, necessidades e preocupações destas pessoas e seus representantes;

. Tornar as políticas de saúde mais eficazes e, consequentemente, obter melhores resultados em saúde;

. Aproximar o Estado e a sociedade civil, aprofundando o diálogo e a interação regular entre ambos;

. Legitimar as decisões sobre a avaliação custo-efetividade e os dilemas éticos colocados pelas inovações tecnológicas.

A Lei n.º 108/2019 aprova a Carta para a Participação Pública em Saúde que entra em vigor dentro de um mês.

Temas

carta saúde

Diretor executivo do SNS elogia trabalho da SPMS

26 Novembro, 2022

O Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) "tem de ser muito bem utilizado" para permitir o "salto tecnológico" do SNS, defendeu o diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde (SNS), Fernando Araújo, no encerramento da eHealth Sessions 2, que decorreu ontem no Porto.

“É muito inspirador ter uma sessão sobre Dados”

25 Novembro, 2022

"Estamos aqui para a segunda eHealth Sessions. A ideia de criar estas sessões de debate de temas de saúde digital foi de facto uma boa ideia”, sublinhou o presidente da SPMS, Luís Goes Pinheiro, na sessão de abertura no auditório da Fundação Eng. António de Almeida.

eHealth Sessions 2 | Estamos à sua espera

25 Novembro, 2022

A Fundação Eng. António de Almeida já abriu as portas e está à sua espera! A estratégia nacional para a implementação de um Registo de Saúde Eletrónico Único é um dos temas em debate numa sessão que arranca com Maria de Belém Roseira, jurista e ex-ministra da Saúde.

Voltar
co-financiamento
Voltar para o topo.