Notícias

Centro de Controlo e Monitorização do SNS – Conferência de despesas dos Tratamentos Termais

21 Agosto, 2019

O Centro de Controlo e Monitorização do Serviço Nacional de Saúde (CCM-SNS) iniciou a conferência da nova área relativa aos Tratamentos Termais, como resultado do regime de comparticipação do Estado no preço dos tratamentos termais prescritos nos Cuidados de Saúde Primários do SNS.  

Esta comparticipação foi consagrada através da Portaria nº 337-C/2018 de 31 de dezembro de 2018, e o Manual de Relacionamento dos Prestadores de Tratamentos termais com o Centro de Controlo e Monitorização do SNS pode ser consultado no site do CCM-SNS.

A conferência de faturas de Medicamentos, Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (MCDT), Cuidados Continuados (CCI), Cuidados de Diálises, Cuidados respiratórios, e Tratamentos Termais a utentes, é uma atividade fundamental para o controlo da despesa do SNS.

O primeiro ano desde a transferência das competências de gestão e exploração do CCM-SNS teve um balanço positivo, com números motivadores. Destaca-se a internalização do CCM-SNS que apontou para uma redução genérica dos custos da operação.

O CCM-SNS, constituindo-se como uma entidade de referência, encontra-se a executar um plano de investimento aprovado, de forma a possibilitar a renovação tecnológica e a desenvolver projetos que se traduzam no aumento da qualidade do serviço, na criação de valor para os acionistas, e simultaneamente, na contínua redução dos custos operacionais.

Cascata de água numa piscina

Comitiva da Eslováquia visita SPMS

29 Junho, 2022

A SPMS recebeu uma comitiva eslovaca no âmbito da visita de estudo promovida pela DG Reform da Comissão Europeia e pelo Ministério da Saúde da Eslováquia nesta quarta-feira, dia 29 de junho, em Lisboa.

SPMS presente no Council Meeting da European Union of Private Hospitals

24 Junho, 2022

Subordinado ao tema “Transformação Digital em Saúde”, a participação da SPMS teve como enfoque a digitalização dos cuidados de saúde para o cidadão, enquanto prioridade para a União Europeia e sublinhou que tal deve mobilizar tanto o setor público como o privado, uma vez que o cidadão movimenta-se entre estas duas realidades.

Council meeting_24_60_22
Voltar
co-financiamento
facilisis commodo mattis id tempus nec at Donec
Voltar para o topo.