Notícias

PARO apoia doentes da RNCCI – o caso do ACES Amadora

6 Março, 2019

O robô social PARO tem contribuído para a melhoria da prestação de cuidados domiciliários aos doentes integrados na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI), que são acompanhados pela Unidade de Cuidados Continuados (UCC) Amadora +.

Oferecido pela SPMS, EPE ao Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) da Amadora, em julho de 2018, o Mimo – nome dado a esta foca bebé – foi inserido nas visitas no domicílio a 10 doentes com idades entre os 40 e 92 anos, apresentando foro patológico varável. Sendo um elemento diferente e inovador neste tipo de cuidados, o PARO tem acompanhado uma profissional médica das Equipas de Cuidados Continuados Integrados (ECCIs), que presta apoio a doentes sem médico de família.

Nesta primeira fase do projeto, o número de visitas domiciliárias com o robô tem variado entre uma a oito. O grau de aceitação tem sido positivo, verificando-se uma maior satisfação por parte dos doentes que se referiram ao PARO como “carinhoso” e “bonito”. Cada interação dos doentes foi de 20 a 60 minutos e, quando questionados sobre o que sentiram, frequentemente frisaram a “paz” e o “bem-estar”.

Para além de fomentar o movimento ao serem pedidas pequenas ações como “fazer uma festa”, verificou-se também que foi facilitador do diálogo entre profissionais de saúde, doentes e cuidadores e, em algumas situações, foi uma importante ajuda em períodos de maior agitação do doente. Após algum tempo de intervalo entre as visitas médicas, o PARO serviu, também, como elemento facilitador da identificação do profissional médico.

Esta experiência do ACES Amadora mostra que os sentimentos positivos e o efeito calmante nos doentes constituem mais-valias nas visitas domiciliárias com o PARO, contribuindo para a melhoria na prestação de cuidados da RNCCI.

Temas

|

banner_spms2

SPMS participa em debate sobre transformação digital e inteligência artificial

10 Abril, 2024

A transformação digital e o impacto no setor da Saúde deram o mote à participação de Luís Miguel Ferreira, vogal executivo da SPMS, em conferência que decorreu em Lisboa, ontem, dia 9 de abril. Na sua intervenção, Luís Miguel Ferreira destacou o papel fundamental que a SPMS assume no processo de transição digital, sublinhando o […]

PEM celebra 11 anos e 235 milhões de receitas sem papel

8 Abril, 2024

A aplicação de Prescrição Eletrónica Médica (PEM) foi disponibilizada, pela SPMS, ao sistema nacional de saúde em 2013. Desde então, permitiu emitir perto de 388 milhões de receitas eletrónicas, das quais mais de 235 milhões totalmente desmaterializadas. Quase 200 prescrições por minuto é a média diária de receitas emitidas, entre as 9 e as 20 […]

Voltar
Voltar para o topo.