Notícias

SPMS distinguida no 10º aniversário da vacina contra o HPV

5 Novembro, 2018

O Auditório do Museu dos Coches, em Lisboa, foi palco do 10º aniversário da integração da vacina contra o vírus do papiloma humano (HPV) no Programa Nacional de Vacinação, data celebrada nesta segunda-feira, 05 de novembro, pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Constituindo uma data relevante para a Saúde Pública, o evento distinguiu publicamente figuras e instituições nacionais pelos contributos relevantes, que levaram ao aumento de adesão à vacinação, nomeadamente do HPV.

A SPMS, EPE foi uma das organizações reconhecidas com louvor público pelo trabalho desenvolvido para o Programa Nacional de Vacinação, prémio recebido pelo Presidente do Conselho de Administração, Henrique Martins. Laura Raposo, Diretora de Compras da SPMS, também foi distinguida pelo seu trabalho e pela gestão eficiente da aquisição de vacinas, realizada nos últimos anos. Os galardões foram entregues pela Ministra da Saúde, Marta Temido. 

img_4999
img_4988

Sendo Portugal um exemplo de sucesso na vanguarda mundial da prevenção primária do HPV, esta comemoração constitui uma data importante, uma vez que se assinala o 10º aniversário da primeira vacina destinada especificamente ao combate de doenças oncológicas, designadamente do cancro do colo do útero. O Ministério da Saúde vai continuar a apostar no combate e na regressão desta doença, com campanhas de informação e sensibilização, como referiu a Ministra da Saúde.

No encerramento da cerimónia, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, felicitou todas as instituições envolvidas na vacinação pelo enorme trabalho que desenvolvem em prol da Saúde Pública. 

img_5027
Temas

|

Comitiva da Eslováquia visita SPMS

29 Junho, 2022

A SPMS recebeu uma comitiva eslovaca no âmbito da visita de estudo promovida pela DG Reform da Comissão Europeia e pelo Ministério da Saúde da Eslováquia nesta quarta-feira, dia 29 de junho, em Lisboa.

SNS 24 continua a melhorar acesso e promove equidade

23 Junho, 2022

O contacto remoto entre o cidadão e o Serviço Nacional de Saúde, independentemente da porta escolhida: telefónica, digital ou presencial, tem contribuído para fomentar a inclusão social e a literacia digital em saúde, possibilitando uma experiência uniforme, integrada e com qualidade.

Voltar
co-financiamento
ut Aliquam velit, sem, Praesent odio mattis vel, ante.
Voltar para o topo.