Notícias

Postais digitais no SNS

14 Setembro, 2018

Para assinalar o 39º aniversário do SNS, o Ministério da Saúde desenvolveu uma nova funcionalidade tecnológica destinada aos cidadãos internados.

Sob a responsabilidade da Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS, EPE), esta nova funcionalidade, designada por “Postais Digitais”, encontra-se já implementada no Centro Hospital do Tâmega e Sousa, E.P.E e, durante as próximas semanas, será instalada em todas as unidades de saúde hospitalares.

São postais ilustrados temáticos, em suporte digital, que permitem a quem está internado receber mensagens de familiares e amigos, em épocas festivas e especiais, eliminando distâncias geográficas, proporcionando maior bem-estar durante o período de internamento e, deste modo, contribuir para uma recuperação mais rápida.

Para compor estes postais, o utilizador pode aceder à funcionalidade através da Área do Cidadão do Portal SNS, ou pelo website da entidade hospitalar pretendida, selecionar o tema, a imagem alusiva e preencher o formulário com a mensagem e os dados do cidadão internado.

A validação dos dados é feita pela instituição hospitalar e, posteriormente, o postal é entregue ao cidadão internado. No caso dos hospitais que já aderiram ao projeto de desmaterialização, o postal é mostrado num tablet, se o processo ainda não estiver totalmente implementado, o mesmo é entregue em suporte papel. Caso o cidadão já não esteja internado, os serviços administrativos enviam o postal para a sua residência.

No  39º aniversário do SNS, esta iniciativa vem reforçar ainda mais a proximidade dos cidadãos aos serviços de saúde, fomentando a literacia digital em saúde.

Temas

|

Banner_generico_spms

Comitiva da Eslováquia visita SPMS

29 Junho, 2022

A SPMS recebeu uma comitiva eslovaca no âmbito da visita de estudo promovida pela DG Reform da Comissão Europeia e pelo Ministério da Saúde da Eslováquia nesta quarta-feira, dia 29 de junho, em Lisboa.

SNS 24 continua a melhorar acesso e promove equidade

23 Junho, 2022

O contacto remoto entre o cidadão e o Serviço Nacional de Saúde, independentemente da porta escolhida: telefónica, digital ou presencial, tem contribuído para fomentar a inclusão social e a literacia digital em saúde, possibilitando uma experiência uniforme, integrada e com qualidade.

Voltar
co-financiamento
Praesent velit, odio mattis felis efficitur. id
Voltar para o topo.