Notícias

SPMS participa em projeto-piloto com CHUC na criação da plataforma de indicadores na área de enfermagem

7 Junho, 2018

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) está a colaborar com a SPMS, EPE num projeto-piloto que tem por objetivo definir e operacionalizar estratégias de promoção da qualidade de cuidados de enfermagem, para a criação de uma plataforma de indicadores específicos, que se irá constituir como um eixo fundamental nas políticas de gestão dos serviços de saúde e segurança dos cuidados.

A cerimónia de apresentação deste projeto-piloto decorreu no dia 04 de junho, no Grande Auditório do CHUC. A plataforma inovadora, denominada BI SClínico Hospitalar, assenta em tecnologias de business intelligence e permite aos utilizadores explorarem indicadores com segurança, fiabilidade e confiança.

Desenvolvida pela SPMS e inserida na estratégia definida pelo Ministério da Saúde para a área de informatização clínica pretende uniformizar procedimentos de registos clínicos, práticas e informação a nível nacional, possibilitando uma melhor assistência e acompanhamento ao cidadão.

O projeto apresenta vertentes médicas e de enfermagem, sendo que, neste segundo âmbito, conta com o know how de enfermeiros do CHUC, é orientado para a construção de consensos em torno de um painel de indicadores entendidos como úteis, explorando o potencial de produção desses indicadores a partir da documentação clínica de enfermagem e apostando, assim, na criação de novas ferramentas e numa metodologia mais ágil e mais amigável, com ganhos óbvios para a saúde.

Os enfermeiros priorizam como indicadores aqueles que radicam em métricas tradutoras de resultados e ganhos em saúde, centrados na pessoa, nomeadamente ao nível da prevenção de complicações e resolução de diagnósticos de enfermagem, e em indicadores que traduzem a evolução das condições de saúde desde a admissão até à alta.

Para além destes, a plataforma vai também apostar em  indicadores epidemiológicos, tradutores das condições inerentes à prestação de cuidados, bem como do próprio processo de cuidados. Importa salientar que este projeto surge no seguimento de um outro projeto iniciado pela SPMS sobre a parametrização nacional única do perfil enfermeiro, e por isso compreende a criação de sistemas de grande diversidade de indicadores de gestão que comuniquem entre si, por forma a medir a qualidade da informação produzida, bem como a integração de dados que concorrem para a desejada normalização de parâmetros a nível nacional.

A plataforma vai também disponibilizar indicadores de saúde em diversas áreas da prestação de cuidados de saúde ao cidadão, indicadores de apoio à gestão das unidades e para o desenvolvimento das competências profissionais, sendo um auxílio importante na produção de trabalhos científicos, relatórios diversos de atividade, entre outros, que vão poder ser adaptados à medida das necessidades sentidas pelos serviços ou pelos profissionais.

A apresentação da plataforma contou com com a presença de cerca de 150 enfermeiros, representantes da SPMS e do Presidente do Conselho Diretivo Regional do Centro da Ordem dos Enfermeiros, Ricardo Correia de Matos.

Esta iniciativa insere-se no importante e complexo processo de migração que está a decorrer no CHUC, em conjunto com a SPMS, no sentido de alargar a utilização do sistema Sonho e SClínico Hospitalar à totalidade deste Centro Hospitalar, prevendo-se a sua conclusão até final deste ano.      

Ministra da Saúde visita SNS 24 e destaca humanismo do serviço SNS Grávida

4 Junho, 2024

A ministra da Saúde, Ana Paula Martins, visitou as instalações do SNS 24, em Lisboa, acompanhada pela presidente da SPMS, Sandra Cavaca, nesta terça-feira, dia 4 de junho. O vogal executivo, Nuno Costa, e o diretor do Centro Nacional de Telessaúde I SNS 24, João Oliveira, estiveram presentes na visita. A governante observou o funcionamento […]

16 mil novos computadores entregues nos Cuidados de Saúde Primários

4 Junho, 2024

A distribuição de cerca de 16 mil computadores para os Cuidados de Saúde Primários foi concluída nas Unidades Locais de Saúde (ULS) do país. Trata-se de um investimento superior a 10 milhões de euros, ao abrigo do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). O parque informático dos Cuidados de Saúde Primários foi renovado com equipamentos […]

Voltar
Voltar para o topo.