Notícias

Requisição de Plasma e Hemoderivados – Despacho 10286/2017, 27 de novembro

3 Janeiro, 2018

Tendo por base o despacho n.º 10286/2017 de 2017-11-27 publicado pelo Gabinete do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, que determina que devem ser registados em sistema informático todos os atos de requisição clínica, distribuição aos serviços e administração aos doentes de todos os medicamentos derivados do plasma humano, utilizados nos estabelecimentos hospitalares de saúde públicos, a SPMS informa que a “desmaterialização de todos os atos de requisição clínica, distribuição aos serviços e administração aos doentes de todos os medicamentos derivados do plasma humano, utilizados nos estabelecimentos hospitalares de saúde públicos” deverá ser efetuada nos respetivos sistemas de informação de cada unidade hospitalar.

Para efeitos de cumprimento da legislação acima identificada e no que respeita ao ponto 4, a SPMS criou um formulário online para ser preenchido por todas as Unidades Hospitalares, cujo link de acesso se encontra abaixo. Ainda no decorrer do cumprimento do disposto, devem as Unidades Hospitalares, preencher o formulário e anexar a memória descritiva da solução, bem como identificar as principais funcionalidades.

Mais se informa, que a data limite de preenchimento do inquérito será 26 janeiro.

Formulário – https://estudo.min-saude.pt/limesurvey/index.php/337361

Temas

Banner_generico_spms_opcaoB

SPMS reforça cooperação em Saúde Digital com países da CPLP

17 Maio, 2024

A SPMS marcou presença no Seminário “Diálogos da Cooperação em Saúde na Comunidade de Países de Língua Oficial Portuguesa (CPLP)”, a convite da Secretaria-Geral do Ministério da Saúde (SGMS). O evento, que decorreu no passado dia 15 de maio, concentrou-se nos desafios e oportunidades da digitalização do setor da saúde nos países integrantes da comunidade.

Aprovado novo regulamento do Espaço Europeu de Dados de Saúde

13 Maio, 2024

O Parlamento Europeu aprovou, no dia 24 de abril, o novo regulamento que estabelece o Espaço Europeu de Dados de Saúde (EEDS), marcando um avanço significativo na revolução digital da saúde na União Europeia. Esta medida estratégica tem como objetivo facilitar o acesso dos cidadãos aos seus dados de saúde eletrónicos em todos os países membros, ao mesmo tempo que promove a interoperabilidade entre os sistemas de saúde europeus.

Voltar
Voltar para o topo.