Notícias

Centro Hospitalar do Baixo Vouga – Primeira implementação da LIGHt no SONHO v1

6 Dezembro, 2017

Dia 05 de dezembro de 2017 assinala a data da primeira instalação da plataforma Local Interoperability Gateway for Healthcare (LIGHt) num hospital com SONHO v1.

Devido à necessidade cada vez mais premente de proporcionar um maior controlo e monitorização dos acessos aos sistemas hospitalares, tornou-se estratégico para a SPMS, EPE o desenvolvimento de uma versão específica da LIGHt para a versão 1 da aplicação SONHO.

O Centro Hospitalar do Baixo Vouga foi a instituição escolhida para a primeira instalação, resultado da colaboração das equipas da SPMS com esta instituição hospitalar.

A LIGHt consiste num middleware (software intermédio), ou camada de integração, que medeia a troca de informação entre os produtos da SPMS e softwares de fornecedores terceiros, até agora exclusiva para instituições hospitalares com SONHO v2.

Com o propósito de proporcionar aos sistemas hospitalares um mecanismo de integração capaz de gerir as diversas interfaces de uma forma fiável, standardizada e altamente parametrizável, a LIGHt previne o acesso direto e/ou não autorizado às bases de dados, possibilitando a auditoria aos acessos realizados.

Com a implementação desta plataforma, a SPMS tenciona promover a adoção de padrões nas mensagens trocadas ao nível local das instituições, unificando, assim, os sistemas locais a nível nacional, para que todos “comuniquem na mesma linguagem” de uma forma normalizada.

Nesta primeira versão, a LIGHt para o SONHO v1 irá mediar a troca de informação do SONHO com o sistema SI.VIDA (Sistema de informação que permite a monitorização e acompanhamento de utentes com VIH/SIDA), permitindo transacionar informação demográfica dos utentes e informação relativa a agendamentos do utente.

Esta versão foi desenvolvida tendo como principal preocupação as características da plataforma hospitalar do SONHO v1 e as limitações da versão de base de dados existente, constrangimentos de espaço e performance da mesma. Aliado a estes fatores, o objetivo da SPMS é criar uma solução que coloque o mínimo de carga possível ao funcionamento da plataforma SONHO, de forma a manter o seu normal funcionamento aplicacional.

A LIGHt SONHO v1 encontra-se disponível para qualquer instituição hospitalar com a plataforma SONHO, versão 1. Poderá enviar um pedido para o Servicedesk da SPMS (servicedesk@spms.min-saude.pt) e solicitar o download e instalação da LIGHt SONHO v1 para a sua instituição.

Para mais informações, consulte a especificação técnica da LIGHt em https://spmspt.atlassian.net/wiki/spaces/PD/pages/100688732/2.+HL7+-+Especifica+es

light

SONHO V2 implementado com sucesso no CHTMAD

13 Julho, 2021

No dia 10 de julho realizou-se a implementação da Suite Hospitalar (SONHO v2 – SClínico – Plataforma Interoperabilidade (Light)), no Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD). Tratou-se de uma operação tecnológica complexa, mas fundamental para a uniformização de processos e integração da informação clínica, visando a melhoria da qualidade dos cuidados prestados aos […]

Um ano de implementação do SONHO v2/SClínico no CHUC

24 Novembro, 2020

No dia 23 de novembro assinalou-se um ano de uma das maiores transformações digitais num centro hospitalar do Serviço Nacional de Saúde. O Centro Hospitalar Universitário de Coimbra (CHUC), no seu Pólo dos Hospitais Universitários de Coimbra, passou a utilizar o SONHO v2/SClínico, sistemas de informação que sustentam a atividade assistencial do ponto de vista administrativo e clínico e suportam o processo clínico eletrónico.

banner_chuc

SClínico Hospitalar nos Serviços de Urgência da ULS da Guarda

19 Novembro, 2020

A implementação do módulo de urgência do SClínico Hospitalar na Unidade Local de Saúde da Guarda (Hospital Sousa Martins - Guarda, Hospital Nossa Senhora da Assunção – Seia e SUB de Vila Nova de Foz Côa) arrancou no dia 17 de novembro.

Voltar
co-financiamento
mattis neque. accumsan elementum fringilla nunc dapibus lectus leo
Voltar para o topo.