Notícias

Debate europeu sobre cibersegurança em eHealth decorre em Lisboa

15 Novembro, 2017

“Esta iniciativa é da maior importância estratégica e fico muito orgulhoso pela mesma ter lugar em Portugal” foram algumas das palavras de Manuel Delgado, secretário de Estado da Saúde, na sessão de abertura da 3rd eHealth Security Conference – Segurança em eHealth – Proteção do Hospital do Futuro”, que está a decorrer, desde as 09h00 desta quarta-feira, 15 de novembro, no Auditório da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa.

evento5

Promovida pela SPMS, EPE e pela Agência Europeia para a Segurança das Redes e da Informação (ENISA), esta conferência europeia conta com cerca de 700 participantes e mais de 20 oradores, na maioria peritos europeus, que debatem questões relevantes sobre a segurança do ciberespaço, nomeadamente numa área sensível como os dados de saúde dos cidadãos.

“O negócio que pode resultar da utilização abusiva de bases de dados de resultados clínicos e de terapêuticas constitui focos de interesse para muitos grupos que, de forma fraudulenta ou criminosa, pretendem apoderar-se deste conhecimento”, sublinhou o secretário de Estado da Saúde, destacando a atuação da SPMS, EPE no desenvolvimento de processos de automatização de dados e partilha de informação, como nunca antes aconteceu, no sistema de saúde português.

evento2

Seguiram-se intervenções de representantes da comissão europeia e do diretor-geral do Gabinete Nacional de Segurança, Gameiro Marques, que evidenciou o trabalho que tem sido desenvolvido em Portugal, no que diz respeito à cibersegurança, reforçando a ideia de que é fundamental incrementar o conhecimento digital e preparar para antecipar desafios e situações de risco de ciberataques, quer no setor público, quer no setor privado.

Henrique Martins, presidente do Conselho de Administração da SPMS, EPE destacou algumas das iniciativas em curso ao nível da segurança em eHealth, não apenas nos hospitais, mas também nos cuidados de saúde primários em Portugal. O protocolo com a Associação Nacional das Farmácias (ANF) para a cibersegurança, assinado ontem, foi referido como medida importante para a área da saúde, uma vez que representa o maior número de empresas privadas com acesso a dados de utentes, adiantando que: “Temos um conjunto de regras específicas para a SPMS e instituições do SNS, no que se refere a cibersegurança. Estamos a trabalhar na implementação destas regras também pelos privados, desenvolvendo protocolos de colaboração”.

Na sua apresentação, Henrique Martins ressalvou, também, que  a estratégia passa, essencialmente, por uma melhor preparação e maior conhecimento dos profissionais e dos cidadãos em geral, quando falamos de segurança de informação clínica. Para assegurar o envolvimento das equipas, a SPMS criou materiais de divulgação, como autocolantes e blocos de post-its, que contêm regras simples (mandamentos) que devem ser seguidas por todos nas atividades diárias.

evento3

O debate, com vários peritos nesta matéria, vai continuar até às 17h, com uma pausa para almoço por volta das 13h.

Assista em direto através de https://www.spms.min-saude.pt/ehealthsecurity/

SPMS integra Rede Nacional de CSIRT

14 Dezembro, 2020

A SPMS passou a integrar, desde esta segunda-feira, 14 de dezembro, a Rede Nacional de CSIRT (Computer Security Incident Response Team). A equipa de resposta a incidentes da SPMS (CSIRT SPMS) é o primeiro elemento do setor da Saúde em Portugal a fazer parte desta rede.

2ª edição do Cyber Security Workshop começou hoje

11 Fevereiro, 2020

Começou hoje, Dia da Internet Segura, o 2nd Cyber Security Workshop, promovido pela SPMS, EPE, contando com participação de 10 países: Portugal, Hong Kong, Reino Unido, EUA, Suécia, Singapura, Áustria, Suécia, Estónia e Arábia Saudita.

Cyber Security Workshop2

Portugal lidera Grupo Europeu de Cibersegurança para a Saúde

30 Janeiro, 2020

Portugal foi, no dia 29 de janeiro, eleito como Chair do Work Stream criado para o Sector da Saúde, no âmbito do NIS Cooperation Group. O Centro Nacional de Cibersegurança, enquanto autoridade NIS, irá coordenar os trabalhos, com o apoio SPMS, em particular do Núcleo de Cibersegurança.

Voltar
co-financiamento
ut sit felis ut tristique lectus ante. at
Voltar para o topo.