Notícias

Melhor rede informática e mais qualidade nos serviços do SNS

12 Junho, 2017

O Ministério da Saúde tem feito um investimento no aumento da largura de banda das redes, aliado à renovação do equipamento informático através da distribuição e instalação de computadores nas unidades dos Cuidados de Saúde Primários que, atualmente, continua a decorrer.

Paralelamente, foi lançado, no passado dia 09 de junho, o concurso internacional para reformular a Rede Informática da Saúde, RIS2020. O novo contrato vai representar um forte avanço tecnológico, sendo expectável alcançar-se poupanças financeiras, uma vez que um único contrato vai abranger a rede informática e, também, a rede de telefones, incluindo a móvel, o que nunca tinha acontecido.

Esta mudança prevê a distribuição de telemóveis aos médicos do Serviço Nacional de Saúde, quer ao nível dos Cuidados de Saúde Primários, quer Hospitalares, como forma de facilitar o contacto com os utentes, em caso de necessidade, e se o médico assim o desejar. O profissional de Saúde terá sempre liberdade de escolha.

São vantagens claras para o SNS: maior largura de banda, que vai contribuir para um melhor acesso aos sistemas informáticos e, consequentemente, uma melhoria na prestação de serviços e cuidados ao cidadão; maior facilidade na comunicação entre médicos e utentes, que será uma mais-valia para todos, garantindo que cabe ao médico a tomada de decisão sobre o contacto com o seu paciente.

A SPMS tem, também, em preparação o projeto de marcação de consultas através da televisão de casa, para arrancar a partir de 2018 ou 2019. A RIS2020 integra uma nova função que irá permitir disponibilizar funcionalidades do Portal do SNS, nomeadamente da Área do Cidadão. Com o objetivo de facilitar, mais uma vez, a vida aos utentes, em particular aos cidadãos que ainda têm dificuldades em usar o computador, vários serviços do Portal do SNS, como a marcação de consultas e outras informações disponíveis na Área do Cidadão, ficarão acessíveis através do controlo remoto da televisão.

Em desenvolvimento está, ainda, a produção de conteúdos multimédia de saúde, destacando-se as informações ligadas à literacia em saúde e à literacia digital, para serem transmitidas nas televisões das unidades do SNS, ou nas casas dos utentes.

São medidas e projetos que visam elevar a qualidade dos serviços do SNS, aproximando-os ainda mais do cidadão. Facilitar a comunicação, melhorar o acesso aos sistemas informáticos e potencializar a redução da despesa, incrementando a sustentabilidade financeira do SNS, é a ambição do Ministério da Saúde, cumprindo à SPMS a sua concretização.

Temas

|

Banner_generico_spms_opcaoB

SPMS no debate sobre “Saúde Mental e Doenças Crónicas” promovido pelo Expresso

18 Maio, 2022

O Presidente do Conselho de Administração da SPMS, Luís Goes Pinheiro, participou no debate “Saúde Mental e Doenças Crónicas”, inserido no projeto de promoção e literacia sobre “Doenças que Marcam”, promovido pelo Expresso e a SANOFI, em parceria com a Associação Dermatite Atópica Portugal. O debate realizou-se ontem, 17 de maio, em Lisboa, e contou […]

SPMS participa em debate sobre Saúde Digital da APAH

13 Maio, 2022

defendida pelo Presidente da SPMS, Luís Goes Pinheiro, no âmbito do debate sobre o “Barómetro Saúde digital”, integrado na 10ª Conferência de Valor APAH 2022, esta sexta-feira, em Sesimbra.

Voltar
co-financiamento
nunc pulvinar elit. id tempus fringilla
Voltar para o topo.