Notícias

SPMS contribui para sites mais acessíveis no SNS

4 Maio, 2017

A informação é fundamental para dar-se a conhecer o Serviço Nacional de Saúde.

Contudo, a forma com que a mesma é disponibilizada pode fazer com que o cidadão não a consiga obter devido a alguma deficiência, incapacidade temporária ou permanente.

Um utilizador que não possa movimentar o rato ou que não disponha deste periférico consegue navegar pelos sites? Todas as funcionalidades clicáveis conseguem ser operadas através do teclado? O site consegue fornecer informações robustas às tecnologias de apoio que permitam a contextualização do cidadão? Estes são alguns dos desafios nos sites das entidades do SNS.

A SPMS está a inverter o estado da acessibilidade WEB na saúde. De forma a poupar-se recursos e tempo, o paradigma de se desenvolver a área da acessibilidade na fase de manutenção está a passar para a fase de desenvolvimento. A uniformização e harmonia dos portais do SNS está a ser uma excelente oportunidade para se fazer mais e melhor, com recurso a testes de acessibilidade automáticos e manuais. Pode-se dar como exemplo o site do Centro de Terminologias Clínicas que já tem um nível bastante aceitável e que continuará a melhorar.

Portugal tem estado na vanguarda da acessibilidade WEB a nível mundial. De acordo com o Decreto Lei n.º 36/2011 de 21 de junho, atualmente todos os portais dos órgãos de soberania, serviços de administração pública central e regional e setor empresarial do Estado têm de estar de acordo com as normas da W3C, o grupo de trabalho responsável por definir as regras de acessibilidade para os sites. Os portais informativos têm de estar conforme o nível A (caso contrário, um ou mais grupos de cidadãos não conseguirão aceder à informação) e os sites transacionais têm de respeitar o nível AA (se não estiver em conformidade, um ou mais grupos de cidadãos terão dificuldades em aceder à informação).

SPMS participa em debate sobre transformação digital e inteligência artificial

10 Abril, 2024

A transformação digital e o impacto no setor da Saúde deram o mote à participação de Luís Miguel Ferreira, vogal executivo da SPMS, em conferência que decorreu em Lisboa, ontem, dia 9 de abril. Na sua intervenção, Luís Miguel Ferreira destacou o papel fundamental que a SPMS assume no processo de transição digital, sublinhando o […]

PEM celebra 11 anos e 235 milhões de receitas sem papel

8 Abril, 2024

A aplicação de Prescrição Eletrónica Médica (PEM) foi disponibilizada, pela SPMS, ao sistema nacional de saúde em 2013. Desde então, permitiu emitir perto de 388 milhões de receitas eletrónicas, das quais mais de 235 milhões totalmente desmaterializadas. Quase 200 prescrições por minuto é a média diária de receitas emitidas, entre as 9 e as 20 […]

Voltar
Voltar para o topo.