Notícias

SPMS promove workshop sobre cibersegurança

10 Março, 2017

O Auditório da SPMS, em Lisboa, acolheu o “Workshop HOSI – Hospital Operations Security Infrastructure, no dia 9 de março.

No âmbito das Operações, Segurança e Infraestruturas, este workshop teve como objetivo partilhar conhecimento, incrementar boas práticas e esclarecer dúvidas, focando-se, essencialmente, no Procedimento de Notificação Obrigatória Centralizada de Incidentes de Cibersegurança (NOCICS). As entidades do Serviço Nacional de Saúde e organismos do Ministério da Saúde deverão comunicar todos os incidentes de segurança à SPMS que por sua vez reportará, de forma centralizada, ao Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) através do Elemento de Coordenação Operacional de Segurança (ECOS) da Saúde.

Com sala cheia, contou com cerca de 50 representantes da área das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC), de diversas entidades do país.  No workshop participaram vários oradores, nomeadamente o Diretor-Geral do Gabinete Nacional de Segurança, Contra-Almirante António Gameiro Marques, o coordenador do CNCS, Professor Pedro Vieira, entre outros.

Numa perspetiva prática, também foram apresentados casos de incidentes de segurança, ocorridos no Hospital Garcia de Orta e no Hospital Fernando Fonseca, bem como as soluções adotadas.

Através do Despacho nº 1348/2017, em Diário da República nº28/2017, Série II de 2017-02-08, as competências da SPMS, EPE foram reforçadas na coordenação e monitorização da implementação e operacionalização das boas práticas, garantindo uma melhoria contínua da resposta a ciber-riscos, no setor da saúde.

Para mais informações e esclarecimento de dúvidas poderá contactar: ciberseguranca@spms.min-saude.pt

Hosi-workshop

Comitiva da Eslováquia visita SPMS

29 Junho, 2022

A SPMS recebeu uma comitiva eslovaca no âmbito da visita de estudo promovida pela DG Reform da Comissão Europeia e pelo Ministério da Saúde da Eslováquia nesta quarta-feira, dia 29 de junho, em Lisboa.

SNS 24 continua a melhorar acesso e promove equidade

23 Junho, 2022

O contacto remoto entre o cidadão e o Serviço Nacional de Saúde, independentemente da porta escolhida: telefónica, digital ou presencial, tem contribuído para fomentar a inclusão social e a literacia digital em saúde, possibilitando uma experiência uniforme, integrada e com qualidade.

Voltar
co-financiamento
elit. libero tempus libero. pulvinar libero
Voltar para o topo.