Notícias

SPMS disponibiliza Sistema Centralizado de Vacinas na ULSLA

27 Dezembro, 2016

Concluiu-se, com sucesso, a fase piloto do sistema centralizado de Vacinas na Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA). O processo de implementação terminou a 21 de dezembro. Desenvolvido pela SPMS, o “Vacinas” é o novo sistema de informação que vai substituir o atual registo de vacinas, feito pelos enfermeiros dos Cuidados de Saúde Primários, na aplicação SINUS.

Desde abril deste ano que na ULSLA foram migrados mais de 100.000 utentes e administradas e registadas, no novo sistema, cerca de 8.000 vacinas. A primeira versão do “Vacinas” foi implementada no Centro de Saúde de Sines, expandindo-se depois para todos as outras unidades que integram a ULSLA: Grândola, Alcácer do Sal, Santiago do Cacém e Odemira. Nestes centros de saúde está agora disponível o “Vacinas” para os profissionais. O cidadão/utente, que pertença à ULSLA, também já pode consultar o registo de vacinação no eBoletim de Vacinas, versão digital do boletim em papel, através da Área do Cidadão.

Atualmente já estão ativos 8 319 Boletins de Vacinas em versão digital; a ativação do eBoletim de Vacinas faz-se com a inscrição na Área do Cidadão.». Este novo sistema garante todas as funcionalidades do “anterior” e cria, ao mesmo tempo, um módulo de gestão centralizada do Programa Nacional de Vacinação, evitando registos duplicados ou inexistentes. O sucesso do “Vacinas” resulta das sinergias estabelecidas entre a SPMS, a Direção-Geral da Saúde (DGS) e, nesta primeira fase, da ULSLA que teve um papel fundamental, contribuindo para agilizar e melhorar o processo de implementação.

Em 2017, o “Vacinas” será instalado em todos os Centros de Saúde do país, num total de mais de 300 instituições, e será utilizado por mais de 13.000 profissionais de saúde. Relativamente ao cidadão/utente, passará a aceder ao seu eBoletim de Vacinas na Área do Cidadão do Portal do SNS, bastando registar-se na Área do Cidadão do Portal do SNS, em www.sns.gov.pt.

A desmaterialização do Boletim de Vacinas apresenta várias vantagens, nomeadamente com a redução de custos, evita inconvenientes associados à perda do boletim em papel, facilita a consulta do histórico de vacinação e melhora a qualidade de informação.

Temas

Vacinação COVID-19 I Mais de 4 milhões de inoculações registadas no VACINAS

9 Maio, 2021

Portugal ultrapassou a marca de um milhão de pessoas com a vacinação completa contra a COVID-19 no dia 6 de maio. Com a entrada da segunda fase do plano e maior disponibilidade de vacinas, o ritmo de vacinação ultrapassou as 100 mil inoculações em dois dias da semana passada e, até ao momento, mais de […]

Voltar
co-financiamento
Praesent pulvinar sem, id, leo. amet, quis dictum Phasellus felis ut
Voltar para o topo.