Notícias

SPMS reduz gastos em 26 por cento para a vacina contra o HPV

13 Março, 2014

A SPMS – Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, EPE, no âmbito do cumprimento da sua função como central de compras para o SNS, procedeu ao lançamento de processo de compra centralizada de Vacina contra o Vírus do Papiloma Humano (HPV), na sequência de proposta apresentada pela Direção-Geral da Saúde.

O procedimento possibilitou uma redução de 7,90€ por dose de vacina, dado que anteriormente esta era adquirida por 29,90€ e será, agora, comprada ao preço de 22€. As quantidades solicitadas para 2014, pelas Administrações Regionais de Saúde e Regiões Autónomas, são equivalentes às adquiridas no último ano, terão apenas um encargo de 4.557.916,00€, sendo que em 2013 tiveram um custo total de 6.194.622,20€. Desta forma, obtém-se uma redução de preço de 26%, com uma poupança direta para o erário público de 1.636.706,20€.

O Programa Nacional de Vacinação (PNV) recomenda a vacinação de raparigas a partir dos 13 anos de idade, de forma a garantir a proteção das jovens. Esta recomendação procura maximizar a efetividade da vacina, uma vez que esta é profilática e à medida que a idade aumenta, sobe o risco de contrair uma infeção sexualmente transmitida, como a infeção por HPV. Se num número considerável de pessoas da população-alvo, a vacinação não for respeitada, ou se não for iniciada na idade recomendada, verifica-se o risco de aumento de casos da doença.        

Temas

|

banner_SPMS_site

Inauguração de 14 novos Balcões SNS 24 na região Norte

7 Outubro, 2022

O Secretário de Estado da Digitalização e Modernização Administrativa, Mário Campolargo, acompanhou o Presidente do Conselho de Administração da SPMS, Luís Goes Pinheiro, na inauguração de 14 novos Balcões SNS 24 no concelho de Paredes, distrito do Porto. A inauguração teve lugar esta sexta-feira no Balcão Único da Câmara Municipal de Paredes.

Teleconsulta de Cardiologia disponível em Arouca com plataforma da SPMS

6 Outubro, 2022

A SPMS é responsável pelo desenvolvimento e disponibilização da Live, plataforma que permitiu o arranque das teleconsultas de Cardiologia no Centro Hospitalar de Entre Douro e Vouga (CHEDV) - Hospital de São Sebastião, em Santa Maria da Feira, há já um ano. A partir deste mês de outubro, a teleconsulta de Cardiologia passa a funcionar com regularidade neste centro hospitalar.

Voltar
co-financiamento
Voltar para o topo.