Notícias

SPMS integra nova comissão para a Informatização Clínica

25 Julho, 2013

O Ministério da Saúde anunciou esta quarta-feira (dia 24), através da publicação do Despacho nº 9725/2013, a criação da nova comissão para a informatização clínica, que fica sob responsabilidade da SPMS, EPE.

A CAIC – Comissão de Acompanhamento para a Informatização Clínica substitui a antiga CIC – Comissão de Informatização Clínica, a funcionar na dependência do Gabinete do Secretário de Estado da Saúde. O Presidente do Conselho de Administração da SPMS, Prof. Henrique Martins, assume a coordenação desta nova comissão, mantendo-se responsável pela continuidade do trabalho que já tinha desenvolvido no âmbito da CIC, de que se destaca o lançamento há um ano da PDS – Plataforma de Dados da Saúde.

A CAIC tem como funções principais a colaboração e acompanhamento do plano estratégico de informatização clínica do Serviço Nacional de Saúde, assegurando a participação e articulação necessária entre as diversas entidades intervenientes no processo de informatização a desenvolver.

A nova comissão mantém na sua dependência o funcionamento dos grupos de trabalho sobre telemedicina, informatização da urgência hospitalar, informatização em medicina intensiva, informática para o utente, segurança de dados clínicos, registos de enfermagem e interoperabilidade semântica.

Temas

|

logo_SPMS_2012

SPMS reforça cooperação em Saúde Digital com países da CPLP

17 Maio, 2024

A SPMS marcou presença no Seminário “Diálogos da Cooperação em Saúde na Comunidade de Países de Língua Oficial Portuguesa (CPLP)”, a convite da Secretaria-Geral do Ministério da Saúde (SGMS). O evento, que decorreu no passado dia 15 de maio, concentrou-se nos desafios e oportunidades da digitalização do setor da saúde nos países integrantes da comunidade.

Aprovado novo regulamento do Espaço Europeu de Dados de Saúde

13 Maio, 2024

O Parlamento Europeu aprovou, no dia 24 de abril, o novo regulamento que estabelece o Espaço Europeu de Dados de Saúde (EEDS), marcando um avanço significativo na revolução digital da saúde na União Europeia. Esta medida estratégica tem como objetivo facilitar o acesso dos cidadãos aos seus dados de saúde eletrónicos em todos os países membros, ao mesmo tempo que promove a interoperabilidade entre os sistemas de saúde europeus.

Voltar
Voltar para o topo.