Notícias

Portal do Profissional no Norte, no Alentejo e no Algarve

8 Agosto, 2012

O Portal do Profissional, que entrou em funcionamento no início de julho, já está disponível para os profissionais que integram as Administrações Regionais de Saúde (ARS) do Norte, do Alentejo e do Algarve.

Este portal, que juntamente com o Portal do Utente compõe atualmente a PDS – Plataforma de Dados da Saúde desenvolvida pela Comissão para a Informatização Clínica (CIC) e pela SPMS – Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, esteve durante a primeira quinzena de julho apenas disponível para as unidades de saúde da ARS Norte, registando nesse período mais de 2500 acessos, na sua grande maioria realizados por médicos em ambiente de consulta.

 O Portal do Profissional, que teve apresentação oficial a 6 de julho na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto com a presença do Ministro da Saúde, permite a consulta do histórico electrónico das instituições do SNS onde o utente tenha sido atendido, assim como o histórico do seu receituário, tratamentos realizados em viaturas do INEM e a dados sobre a sua saúde oral. Recorde-se que a consulta de dados através deste serviço só é possível nos casos em que os utentes permitam previamente que a sua informação seja partilhada.

 A ferramenta web dedicada aos profissionais do SNS surge depois do Portal do Utente (com mais de 500 mil utilizadores) e antecede o lançamento do Portal Internacional previsto para 2013. Desenvolvido também no âmbito da PDS, o novo portal tornará possível a um médico de outro país da União Europeia consultar um sumário de dados de saúde português, desde que, mais uma vez, o utente o autorize.  

Temas

| |

pds norte

Comitiva da Eslováquia visita SPMS

29 Junho, 2022

A SPMS recebeu uma comitiva eslovaca no âmbito da visita de estudo promovida pela DG Reform da Comissão Europeia e pelo Ministério da Saúde da Eslováquia nesta quarta-feira, dia 29 de junho, em Lisboa.

SNS 24 continua a melhorar acesso e promove equidade

23 Junho, 2022

O contacto remoto entre o cidadão e o Serviço Nacional de Saúde, independentemente da porta escolhida: telefónica, digital ou presencial, tem contribuído para fomentar a inclusão social e a literacia digital em saúde, possibilitando uma experiência uniforme, integrada e com qualidade.

Voltar
co-financiamento
non venenatis, sed elit. dapibus accumsan facilisis
Voltar para o topo.